ETAPAS DA FORMAÇÃO

Vocação é um chamado pessoal que Deus dirige à pessoa humana. É o encontro de duas liberdades: a de Deus que livremente chama e escolhe a que Ele quer (Jo 15,16); e a liberdade da pessoa em acolher o chamado e dar a sua resposta. "E, deixando tudo o seguiram..." (Mc 1,20).

Nesse chamado vocacional há uma decisão Trinitária por nós: O Pai chama e elege, o Filho envia em missão e o Espírito Santo consagra.

A Congregação, em nome da Igreja acolhe a vocacionada e a prepara pelo processo de formação dividido em diferentes etapas oferendo-lhe condições para colaborar com Cristo na edificação do Reino de Deus.

A jovem vocacionada passa por um processo formativo que visa uma integração e crescimento gradual e contínuo no curso de vida da pessoa desejosa de consagrar-se a Deus, a fim de alcançar a maturidade humana, cristã e religiosa dentro do carisma específico da Congregação passando por diversas etapas.

Isso tudo começa com um ato de audácia e coragem. A formação exige que a Congregação esteja sempre atenta aos sinais dos tempos, atualizando-se e adaptando-se aos apelos da Igreja.

Está subdividida em cinco etapas:

1- ASPIRANTADO

Para a jovem que deseja consagrar-se a Deus, esta é a primeira fase de convivência e conhecimento mútuo entre a jovem aspirante e a Congregração. É dessa convivência, acolhida e conhecimento mútuo que a jovem vocacionada começa a experimentar e discernir o significado de pertencer à Sagrada Família de Maria e abre-se para crescer na fé e na espiritualidade própria da Congregação.

 

2- POSTULANTADO

É a segunda fase da formação com duração de seis meses a um ano. Constitui numa preparação prévia ao noviciado. A candidata consciente do chamado de Deus e com desejo de progredir na fé, no conhecimento de Deus e no aprofundamento do carisma e Espiritualidade da Congregação, é introduzida gradativamente na vida de oração, meditação, liturgia e práticas de piedade da Congregação. Vai integrando o seu projeto pessoal de vida com o comunitário, de acordo com as normas da Congregação.

3- NOVICIADO

É a etapa central da formação. A jovem entra no estilo de vida da Congregação. É o tempo que possibilita uma experiência profunda de Deus e a encaminha a uma opção radical pelo seguimento de Jesus Cristo pobre, obediente e crucificado, na Sagrada Família de Maria. O Noviciado tem duração de dois anos e tem por finalidade também aprofundar o conhecimento das exigências essenciais no seguimento de Jesus Cristo exercitando a noviça na vivência do espírito de humildade, simplicidade, laboriosidade e espírito de família, características etapas da espiritualidade da Congregação e lhe proporciona o conhecimento da missão da Irmã Franciscana da Sagrada Família de Maria.

 

4- JUNIORATO

Período de formação das jovens Irmãs, desde a primeira profissão, logo após o noviciado, até a emissão dos votos perpétuos que é a consagração definitiva a Deus. A principal característica desta etapa é a inserção numa comunidade apostólica, com participação ativa e corresponsável em todas as dimensões da Vida Consagrada e missão. É um tempo em que a jovem Irmã define melhor a sua vocação através de um trabalho de auto-conhecimento, de formação humana, espiitual e acadêmica, no conhecimento dos Documentos eclesiais e da Congregação num sério aprofundamento teológico sobre a vida consagrada na prática dos conselhos evangélicos para afirmar sempre mais a sua opção por Jesus Cristo e assim encaminhar-se para a consagração definitiva a Deus.

5- FORMAÇÃO PERMANENTE

Após a profissão dos votos perpétuos, a Congregação continua oferecendo encontros especiais para a formação permanente, em etapas, durante o ano, na Casa Provincial, nos setores da Província e também por correspondências, no dia a dia da vida fraterna e pelo cultivo pessoal e comunitário.

(ENCONTRO DAS IRMÃS no ANO 2013)

VENHA VOCÊ TAMBÉM FAZER PARTE DESTE GRUPO!